Ponto de fuga – Música, doce música

JORGE COLI – COLUNISTA DA FOLHA

Elas demonstram a candura mais deliciosa e, mesmo, uma certa poesia. São pérolas escritas nos vestibulares de música. Enviadas para esta coluna, estão também em alguns blogs. São boas demais para serem falsas (ou, se forem, bravos para quem as inventou).

Melhor não ler com condescendência, horror desdenhoso ou lamentando a incultura generalizada. Melhor rir com alguma cumplicidade: quem nunca disse ou escreveu uma bobagem grossa que atire a primeira pedra. A ortografia e sintaxe originais foram respeitadas. Aqui vão.

Achados

1. Bach está morto desde 1750 até os dias se hoje.

2. Häendel era meio alemão, meio italiano e meio inglês.

3. Beethoven escreveu música, mesmo surdo. Ele ficou surdo porque fez música muito alta. Ele caminhava sozinho pela floresta e não escutava ninguém, nem a Pastoral, uma mossa que poderia ser a sua Amada Imortau e inspirou ele criar uma sinfonia muito romântica. Ele faliu em 1827 e mais tarde morreu por causa disto.

4. Uma ópera é uma canção que dura mais de duas horas.

5. Henry Purcell é um compositor muito conhecido, mas até hoje ninguém ouviu falar dele.

6. O Bolero de Ravel foi composto pelo Ravel.

7. A harpa é um piano pelado.

8. Opus Póstuma é música composta quando o compositor compôs depois de morto.

9. Mozart morreu jovem. Sua maior obra é a trilha do filme “Amadeus”.

10. A importância de Tristão e Isolda reside no fato de que é uma música muito triste. Mais triste que a Tristesse, de Schopping.

11. Virtuoso no piano é um músico com muita moral.

12. Os maiores compositores do romantismo são Chopin, Schubert e Tchaikovsky. No Brasil, temos Roberto Carlos e Daniel.

13. Música cantada por duas pessoas é um duelo.

14. Eu sei o que é um sexteto, mas não sei dizer.

15. Carmen é uma ópera e Carminha Burana é sua filha.

16. Muitos pesquisadores concordam que a música medieval foi escrita no passado.

17. A ópera mais romântica é a Paixão de Mateus por Bach.

18. Tem dois tipos de cantatas de Bach: as Cantatas religiosas e as Cantadas di Profanação, que ele usou no palácio.

19. Meu compositor preferido é Opus.

20. Chopin fez poucas baladas, pois sofria de tuberculose. Assim, não dava para ele cair na gandaia à noite, dançar, beber e curtir as minas, mais parece que ele não era chegado.

21. Cage inventou os quatro minutos de silêncio.

22. Há uma espécie de corais feitos por Bach, que se chamam Florais e são usados como remédios milagrosos.

23. Messias é uma missa de Handel cuja originalidade é ter muitas aleluias.

24. Os menestréis e trovadores transmitiam notícias e estavam nas festas. Andavam de cidade em cidade, de castelo em castelo e iam até nos shows de TV.

25. O regente de uma orquestra é igual a um guarda de trânsito maluco porque agita os braços controlando muitos instrumentos na sua frente.

26. Os compositores renascentistas reviveram a música, pois ela havia sido morta pela Inquisição.

27. As Fugas de Bach são famosas porque ele não queria ficar preso em nenhum sistema.

28. A música eletroacústica é a mais avançada das tendências da música eletrônica hoje em dia. Seus principais compositores são os DJs e a banda Craftwork.

29. Handel compôs muitas peças geniais para couro.

30. Música atonal é aquela sem som ou que explorou o não-som, mais ou menos quase um anti-som. Seus mais importantes criadores são da família Berg:
Schoenberg, Albanberg e Weberg.

——————–
jorgecoli@uol.com.br

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: